Projeto produz vídeo dentro das escolas

Projeto Escola de Vídeo reúne estudantes da Escola Estadual Antônio Inácio, em Feira Nova, Agreste pernambucano – 15 jovens assumem com entusiasmo o desafio de produzir curtas metragens dentro do ambiente escolar. As oficinas duram uma semana e funcionam em horário extra-turno. Nas aulas, eles aprendem como elaborar roteiro, noções de gravação e edição de vídeos. Mas, além disso, todos participam da discussão sobre direito humano à comunicação. “As aulas são práticas, e durante o curso, eles escolhem um tema para produção do vídeo que irá representar a escola no I Festival de Vídeos da região, planejado para dezembro desse ano”, afirma a coordenação administrativa, Ana Paula Mendes.

As produções resultados da oficina destacam temáticas para a construção da cultura de paz. Nesse colégio, os jovens optaram por falar sobre as diversas formas de discriminação enfrentados na sociedade, por idosos, homossexuais e negros.  “Esta é a quinta escola a ser visita pela caravana do projeto. A próxima parada será com as crianças do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (Peti) do mesmo município”, comenta Wemison Araujo, educador de câmera. A iniciativa é desenvolvida pelo Giral e financiada pelo Banco do Nordeste do Brasil (BNB) e BNDES com parcerias locais. “Estamos recebendo o projeto com muita alegria. Selecionamos alunos e vamos produzir da melhor forma”, disse a vice-diretora da escola, Marinalva Soares.